CONSIDERAÇÕES GERAIS SOBRE O MUSEU REGIONALDE VITÓRIA DA CONQUISTA E SUAS CONQUI

Home Fóruns Museus e Comunidade CONSIDERAÇÕES GERAIS SOBRE O MUSEU REGIONALDE VITÓRIA DA CONQUISTA E SUAS CONQUI

Este tópico contém 0 respostas, 1 voz e foi atualizado pela última vez por  Mary Anne Assis Lopes de Oliveira 5 anos, 7 meses atrás.

1 post (de 1 do total)
  • Autor
    Posts
  • 08/04/2013 em 13:21 #1227

    CONSIDERAÇÕES GERAIS SOBRE O MUSEU REGIONALDE VITÓRIA DA CONQUISTA E SUAS CONQUISTAS

     

    O Museu Regional de Vitória da Conquista tem por missão preservar, recuperar e divulgar a memória e o patrimônio histórico-cultural de Vitória da Conquista e região. Nessa perspectiva, tem por finalidade a disponibilização do seu acervo como fonte de pesquisa para os estudiosos dos vários aspectos da cultura regional, a programação de oficinas de arte, cursos, mostras, lançamentos de livros e outros eventos de interesse comunitário.

    Fundado em 11 de outubro de 1991, pela Universidade Estadual do Sudoeste da Bahia – UESB, com o objetivo de preservar a memória sociocultural e histórica e valorizar as expressões artísticas geradas no município de Vitória da Conquista através da conservação, pesquisa e exposição de objetos e peças que retratam o significado histórico de épocas passadas e sua representação no tempo presente, visa aumentar o saber, proteger, organizar e desenvolver o patrimônio, a educação e os hábitos e costumes da cidade.

    Ao longo desses 22 anos de existência o MRVC tem se constituído um pólo de promoção de eventos, ações e parcerias com os mais diversos atores sociais da comunidade local, tornando-se uma referência na preservação e divulgação da memória e do patrimônio histórico-cultural do município conquistense.

    Para atender um público médio anual de 10.000 visitantes, o Museu Regional possui um acervo de 430 peças, entre obras de artistas plásticos regionais, objetos da cultura popular local, fotografias e peças de mobiliários antigos, entre outros. A biblioteca é formada por 820 títulos e 1.076 exemplares. A Hemeroteca é composta de jornais e periódicos antigos, alguns das primeiras décadas do século XX. Disponibiliza fitas e DVDs para serem assistidos no Museu Regional ou locados, mediante solicitação.

    Atualmente, o MRVC desenvolve 2 projetos de extensão contínuos – “Uma Proposta Educativa para o Museu regional” e “O Museu vai à Escola”, visando atender as demandas de visitação. O primeiro contempla as ações vinculadas às visitas agendadas e monitoradas as dependências do museu, com exposição dialógica, exibição de vídeos e atividades lúdicas, tendo como público-alvo os alunos de ensino fundamental e nível médio das redes privada e pública do município e do estado.

    O segundo projeto é direcionado ao mesmo público-alvo, porém, de forma inversa, ou seja, o museu vai à escola, de forma virtual, através de vídeo institucional, contando a história de Vitória da Conquista e da Casa Henriqueta Prates, onde funciona o Museu Regional. Ressalte-se que, entre as atividades desenvolvidas pelo projeto estão incluídas seção com exposição de fotos antigas, visando o reconhecimento da memória social da cidade e palestra sobre patrimônio material e imaterial.

    Inclusão e formação de um público novo referente projeto visitação noturna ao MRVC por estudantes da Rede Pública Estadual de Ensino

    A existência de uma demanda específica formada por alunos do turno noturno, diante da impossibilidade de frequentar o MRVC nos turnos regulares de funcionamento, é decorrente de haver estudantes trabalhadores no comércio, na indústria e nas empresas de prestação de serviços que  durante o horário comercial; não dispõem de tempo livre durante o dia. A relevância na universalização do acesso à comunidade acadêmica não contemplada pelos horários em curso oferecidos pelo Museu Regional de Vitória da Conquista, impulsionou a viabilidade de um  projeto viabilizando  um Plano de Trabalho onde pudesse haver a inclusão e a formação deste público novo acima referido.

    As ações propostas pelo projeto certamente representarão um salto qualitativo inovador na relação ensino-aprendizagem no âmbito das escolas parceiras, considerando o potencial de continuidade sustentável do referido Plano de Trabalho, haja vista a existência de demanda contínua de turmas que se renovam a cada período letivo.

     

     

1 post (de 1 do total)

O fórum ‘Museus e Comunidade’ está fechado para novos tópicos e respostas.