Metodologia

Metodologia para o processo de construção do Programa Nacional de Educação Museal (PNEM)

1. Do Objetivo

Por meio de metodologia participativa e colaborativa, pretende-se democratizar a discussão acerca do Programa Nacional de Educação Museal (PNEM), que visa à elaboração e redação de diretrizes voltadas aos museus e processos museais no que tange às suas ações educacionais.

2. Da realização

Por meio da consulta e compilação de documentos orientadores de Políticas Públicas voltadas aos museus, foi criado um texto base para a construção do PNEM.

A partir do estudo desses documentos, bem como das práticas e dos debates atuais dos museus no que diz respeito às suas ações educacionais, definiu-se nove (9) eixos temáticos para o Programa:

  1. Perspectivas conceituais;
  2. Gestão;
  3. Profissionais de Educação Museal;
  4. Formação, capacitação e qualificação;
  5. Redes e parcerias;
  6. Estudos e pesquisas;
  7. Acessibilidade;
  8. Sustentabilidade; e
  9.  Museus e Comunidade.

Os eixos mencionados representam temas estratégicos para o campo museal, em especial para a educação em museus, sobre os quais se propõe a reflexão e o debate que deverão dar origem ao texto do PNEM.

A fim de estimular o amplo debate para a construção do PNEM, optou-se pela criação de um instrumento virtual, o Blog do Pnem, que permitirá a participação democrática de todos os interessados na discussão. Esta plataforma virtual ficará disponível para participação de toda sociedade durante 4 meses a contar de seu lançamento. Após esse período, as contribuições serão compiladas e levadas à plenária em data a confirmar, para votação e destaque, o que dará base à redação do texto final do PNEM, a ser amplamente divulgado pelo IBRAM.

2.1 Das etapas

A construção do Programa se dará em duas etapas:

  1. Blog: Reflexão, discussão e envio de propostas relacionadas aos eixos temáticos por meio do Blog do Pnem.
  2. Plenária presencial: apresentação do texto com o resultado da primeira etapa e discussão voltada para consolidação das propostas.

2.1.1 Do Blog do PNEM

Foi criado pelo IBRAM o Blog do PNEM, para que todos os cidadãos possam de forma colaborativa participar da construção desse Programa Nacional.  Esta plataforma virtual dispõe de nove (9) fóruns, relacionados, respectivamente, a cada eixo temático do PNEM, formando assim igual número de Grupos de Trabalho. Os fóruns virtuais estão abertos desde o dia 26/11/2012.

O debate realizado a partir dos fóruns virtuais irá gerar uma minuta resultante da compilação e sistematização de propostas do Grupo de Trabalho, que ficará sob responsabilidade de um coordenador (ver item 4).

Para garantir a segurança e o sucesso destes espaços, alguns aspectos são de observação obrigatória:

  • Os fóruns são abertos e públicos, portanto, todos cidadãos interessados poderão contribuir participando das discussões e/ou encaminhando propostas. Os moderadores, coordenadores de GTs e articuladores (ver item 4) não poderão cercear opiniões e proposições dos participantes, desde que sejam respeitados limites de conduta propositiva para a discussão, haja vista que a diversidade de posicionamentos é fundamental para uma construção democrática.
  • Qualquer visitante do blog pode visualizar os conteúdos dos fóruns, entretanto, para postar conteúdos é preciso se cadastrar, criando login e senha.
  • Cada tópico criado dentro dos fóruns deve representar uma nova proposta a ser refletida, debatida. Caso o tópico encaminhado esteja contemplado em outro já existente, o moderador poderá excluí-lo.
  • Propagandas, spam, comentários ofensivos, difamatórios ou que incompatíveis com a proposta do fórum serão deletados pelos moderadores e o usuário responsável por conteúdos impróprios, caso reincidente, será impossibilitado de postar conteúdos no blog;
  • Trato com urbanidade, respeito, ética e gentileza são indispensáveis para a participação nos fóruns virtuais. Não serão permitidas ofensas de cunho pessoal, que impeçam a boa condução do debate e da construção das propostas.

2.1.2 Da Plenária presencial

Durante a Plenária presencial para consolidação do texto do PNEM, cada coordenador de GT encaminhará as proposições oriundas dos debates realizados nos respectivos eixos sob sua responsabilidade, apresentando ao término minuta de texto a ser discutido pelos presentes.

Após a referida discussão, haverá a realização de votação e destaques. Então, a COMUSE do Ibram consolidará o texto final do PNEM, bem como a sua ampla divulgação.

3. Da organização

A Coordenação de Museologia Social e Educação do Departamento de Processos Museais do Ibram é a responsável pela organização da condução do processo e da moderação da plataforma de diálogo virtual.

Para a consecução da metodologia de construção do PNEM, o IBRAM contará com profissionais que desempenharão papel estratégico ao longo deste processo, identificados como: moderadores, coordenadores de GTs e articuladores:

  • Moderadores: servidores da Coordenação de Museologia Social e Educação do IBRAM que atuarão na condução técnica do blog e na gerência de seus conteúdos, bem como na coordenação geral das atividades administrativas decorrentes. Será facultado a estes servidores o direito de colaborar com o PNEM por meio dos fóruns virtuais, como toda e qualquer pessoa que tenha interesse. Caberá, ainda, aos moderadores a redação do texto final do PNEM após a realização da Plenária presencial, sendo possível para tal consulta aos coordenadores e articuladores.
  • Coordenadores dos GTs: servidores das unidades museológicas do IBRAM, convidados pela COMUSE por sua expressiva atuação na área de competência do Grupo de Trabalho sob sua responsabilidade. Caberá aos coordenadores incentivar e gerir as discussões nos fóruns virtuais. Após o período de envio de propostas pelo Blog do PNEM, os coordenadores deverão sistematizar e compilar o material, para fins de realização de minuta a ser disponibilizada para consulta no Blog. Durante a Plenária presencial, estes servidores deverão apresentar breve relato sobre as discussões tecidas no fórum virtual sob sua responsabilidade, apresentando a minuta do Grupo de Trabalho. Estes servidores deverão estar cientes de seu papel estratégico na condução dos Grupos de Trabalho por meio do fórum virtual, devendo zelar pelo alto nível das discussões.
  • Articuladores: voluntários que atuam no campo museal brasileiro. Atuarão na mobilização da comunidade, sensibilizando-a a participar das discussões promovidas no Blog, contribuindo para a construção do Programa nos mais diversos espaços de atuação (redes sociais, reuniões com interessados, encontros locais, envio de e-mails, articulação com organizações, etc). Caso queiram oficializar essa atribuição, os articuladores deverão manifestar seu interesse em cumprir esse papel pelo e-mail pnem@museus.gov.br

 4. Das disposições finais

Os conteúdos dos fóruns são de responsabilidade exclusiva dos usuários. A atuação deste Instituto se restringe a propor metodologia participativa, colaborativa e democrática para construção do Programa Nacional de Educação Museal, assim como a possibilitar seu debate e sua ampla divulgação.

Qualquer dúvida, comentário, crítica, reclamação, sugestão poderá ser encaminhada a Coordenação de Museologia Social e Educação por meio do endereço eletrônico: pnem@museus.gov.br