Segundo Encontro Regional do PNEM acontece no Rio de Janeiro

Aconteceu nesta segunda feira, dia 14 de abril, no Museu da República, o II Encontro Regional do Programa Nacional de Educação Museal no Rio de Janeiro. O evento contou com a participação de representantes de 16 instituições diferentes das que participaram do I Encontro.

Neste encontro foram fechadas as discussões dos GTs de Perspectivas Conceituais, Gestão e Profissionais de Educação que somando-se ao de Acessibilidade, totalizam 4 GTs já finalizados, além do GT de Formação que foi discutido pela metade.

A equipe educativa do Museu da Vida realizou reuniões de debate internas para discutir o documento e elaborar propostas de adendo e alterações, o que contribuiu bastante para o debate. Na parte da manhã, ainda com o grupo todo reunido, foi finalizado o GT de Perspectivas conceituais, onde foi travado um produtivo debate, revendo e acrescentando discussões conceituais ao campo.

Uma polêmica surgiu com relação ao termo ensino-aprendizagem, que aparece em uma das diretrizes do documento. Houve quem defendesse que o termo deveria permanecer no documento, pois no museu ocorrem tanto processos de ensino quanto de aprendizagem. Sob o argumento de que este é um termo já revisto até mesmo na educação formal, um grupo defendia sua supressão do documento, pois além de remeter à uma educação típica da escola, ainda traz em si a ideia de transmissão de saberes por alguém que detém conhecimento diante de um público sem conhecimentos e não de uma construção coletiva de conhecimento.

Nesta altura o grupo já havia demandado fazer alterações também nas diretrizes do documento e não apenas nas estratégias e ações, demanda atendida pelos coordenadores, com a ressalva de que dependeria da autorização nacional.

Na parte da tarde os grupos dividiram-se em dois, um com a discussão de Gestão e Profissionais da Educação museal e outro de formação e pesquisa, tema este que não chegou a ser debatido.

Para finalizar as discussões, foi agendado o III e último Encontro do PNEM no Rio de Janeiro, que se realizará no dia 19 de maio.

Fruto do debate, surgiu também a proposta de que a reunião da REM do mês de agosto ou setembro seja feito um debate conceitual com as polêmicas surgidas neste Encontro.

Texto: Fernanda Castro (Coordenadora do GT Redes e Parcerias e membro da REM-RJ)

Deixe uma resposta