Museu da Vida realiza seminário sobre educação museal e estudos de público

O Seminário “Metodologias de Pesquisa em Museus: Educação e Estudos de Público”, que acontecerá no próximo dia 1º de outubro de 2018, a partir das 9h, no Auditório do Museu da Vida/Fiocruz, no Rio de Janeiro, tem como objetivo debater diferentes abordagens metodológicas empregadas em estudos de público e educação em museus. Serão também apresentados exemplos de práticas diversas em pesquisas desenvolvidas nestas áreas de interesse, com ênfase nas questões de metodologia: acertos, erros e perspectivas.

Imagem relacionada

A iniciativa pretende dialogar com ampla audiência e proporcionar discussões acerca de questões atuais da produção de conhecimentos na área. O evento é gratuito e não é necessária a inscrição prévia. Para mais informações, acesse o site do Museu da Vida.

Seminário Internacional do Museu Histórico Nacional — Museus e educação: 60 anos da Declaração do Rio de Janeiro (1958-2018)

Anualmente, o Museu Histórico Nacional (MHN), em parceria com universidades, instituições culturais e de pesquisa, do Brasil e do exterior, realiza em outubro, mês de sua criação, um seminário internacional abordando variados temas da História, da Museologia e das Ciências Sociais. Em 2018, o MHN em parceria com a Rede de Educadores em Museus e Centros Culturais do Rio de Janeiro – REM-RJ, que completa 15 anos, dedica o evento à reflexão e ao debate sobre os avanços e os desafios que a Educação Museal apresenta desde a realização do Seminário Regional da UNESCO – sobre o papel educativo dos museus – que deu origem à Declaração do Rio de Janeiro em 1958.

Deste modo, o Museu Histórico Nacional divulga a chamada pública para receber trabalhos desenvolvidos por profissionais de museus, instituições culturais e de pesquisa, graduandos, graduados, pós-graduandos e pós graduados que, após submetidos, serão avaliados para apresentação oral em um dos painéis temáticos do evento ou na sessão de Relatos de experiência.

  • Painel temático 1: “História da Educação Museal no Brasil” – trabalhos que tratem do desenvolvimento histórico da educação museal no Brasil e de sua relação com o contexto internacional. Serão aceitos trabalhos sobre história de instituições, programas, projetos e ações educativas, bem como estudos bibliográficos e biográficos específicos do tema.
  • Painel temático 2: “Educação Museal: conceitos e teorias” – trabalhos que tratem de debates teóricos e conceituais do campo da educação em sua relação com a educação museal e de seus temas específicos. Serão aceitos trabalhos que apresentem ou analisem propostas teóricas, metodológicas e conceituais desenvolvidas no Brasil, bem como aqueles que identifiquem e desenvolvam debates e propostas teóricas e conceituais existentes em outros países e que possam servir de referência para a elaboração de ações da educação museal no Brasil.
  • Painel temático 3: “Educação Museal: práticas e experiências” – trabalhos que tratem da análise de práticas e experiências de programas, projetos ou ações educativas museais. Serão aceitos estudos de caso, relatos de experiência, estudos estatísticos e temáticos.
  • Painel temático 4: “Educação Museal: políticas públicas, profissionais, pesquisa e formação” – trabalhos que tratem sobre o desenvolvimento das políticas públicas de educação museal no Brasil, analisando casos específicos ou fazendo levantamentos, que tratem da questão da da profissionalização do educador museal, bem como de sua formação específica e continuada e das pesquisas em educação museal.

A submissão de trabalhos
Os trabalhos a serem submetidos à Comissão Científica do Seminário Internacional do Museu Histórico Nacional Museus e educação: 60 anos da Declaração do Rio de Janeiro (1958-2018) deverão ser oriundos de resultados de pesquisas e da prática realizadas por educadores museais, profissionais de pesquisa, museólogos, ou de estudantes de pós-graduação (mestrado ou doutorado em curso ou já concluído) e deverão dialogar com uma ou mais linhas temáticas propostas acima.
A proposta é que se apresente um texto para debate em painel temático composto por até 3 participantes e um moderador.
Texto: resumo expandido do trabalho com 2 mil caracteres em média, incluindo espaço, identificação do autor, instituição de estudo ou trabalho, endereço eletrônico e breve notícia biográfica. Os resumos deverão ser submetidos por meio do formulário de inscrição entre 25 de janeiro e 15 de abril de 2018.

A avaliação dos trabalhos
Cada proposta de trabalho recebida pelo Comitê Organizador será encaminhada para avaliação a dos pareceristas.
A avaliação será realizada tendo como base os seguintes critérios:
1º) A pertinência da proposta aos temas sugeridos nessa chamada, assim como sua originalidade e sua relevância;
2º) O uso correto das referências bibliográficas e padrões éticos na produção de conhecimento científico, bem como a adequação à norma culta do português e do inglês.
Após aprovação do resumo expandido, será solicitado aos autores o envio do texto completo, entre 10 e 15 laudas, que será publicado no Livro do Seminário Internacional, a ser lançado em 2019. Os textos deverão ser elaborados de acordo com a ABNT NBR 6023, usando notas de rodapé completas e sem lista bibliográfica ao final.

Cronograma
Chamada pública: de 25 de janeiro a 15 de abril de 2018
Avaliação: até o dia 15 de maio de 2018
Divulgação das avaliações e da seleção de trabalhos: 18 de maio de 2018
Envio do texto completo (mesa redonda): até dia 15 de julho de 2018
Data do evento: 09 a 11 de outubro no Museu Histórico Nacional

SEMINÁRIO EDUCAÇÃO EM MUSEUS: INTERPRETAÇÃO E IMAGINAÇÃO

O Seminário Educação em Museus: Interpretação e Imaginação será realizado na segunda-feira, dia 10 de agosto, às 14h30h no Espaço Haroldo de Campos de Poesia e Literatura, localizado na Casa das Rosas. Serão oferecidas 70 vagas por ordem de inscrição. Inscrições presenciais ou pelo e-mail: educativo@casadasrosas.org.br.

Casa das Rosas

Com Ana Mae Barbosa, Lilian Amaral, Rejane Coutinho, Valquíria Prates, José Minerini Neto e Ricard Huerta, o evento será realizado com a seguinte programação:

  • 14h – Abertura: Palestra de Ricard Huerta (Universidade de Valência, Espanha) com apresentação de Rejane Coutinho (Unesp).
  • 16h – Mesa com os mediadores e pesquisadores: Valquíria Prates, José Minerini Neto e Lilian Amaral e coordenação: Ana Mae Barbosa.
  • 18h – Debate com os participantes do seminário sob coordenação de Anelise Csapo (supervisora do Núcleo Educativo da Casa das Rosas) e mediação de Rafael Gatuzzo.

 Para mais informações, acesse o link do evento no Facebook aqui!

Seminário de Educomunicação Museal em São Paulo

São Paulo sediará o seminário “A Educomunicação Como um Campo de Potencialidades para a Cultura” no dia 19 de novembro (quarta-feira). Considerando o movimento contemporâneo de tratar das práticas da educação aliadas à comunicação, a Secretaria da Cultura do Estado de São Paulo, por meio do Sistema Estadual de Museus (SISEM-SP), realizará o encontro no auditório da Secretaria, em São Paulo, a partir das 14h, com palestra do Prof. Dr. Ismar de Oliveira Soares, que é professor titular da Escola de Comunicação e Arte da Universidade de São Paulo (ECA/USP) e presidente da Associação Brasileira de Pesquisadores e Profissionais em Educomunicação (Abpeducom).

Para o evento, foram disponibilizadas 100 vagas e a participação é gratuita. As inscrições podem ser feitas aqui e outras informações podem ser obtidas pelo telefone (11) 3339-8208/8110.