PNEM

PNEM no CECA

Durante o mês de setembro de 2019 aconteceu a 25a. Conferência Geral do Conselho Internacional de Museus (Icom), em Kyoto, no Japão. A Seção Brasileira do Comitê para a Educação e a Ação Cultural do Icom (CECA-Icom) apresentou, durante a reunião do CECA internacional, sua já tradicional reflexão coletiva, construída de forma participativa entre seus membros.

Com o título “Desenvolvimento humano por meio da educação museal: desafios para o futuro dos museus”, a reflexão coletiva apresentada pela coordenadora do CECA-BR, Luciana Conrado Martins, teve como objetivo problematizar o desenvolvimento humano por meio da educação museal no contexto brasileiro. Também foi compartilhado o processo de construção coletiva da PNEM, além de exemplos de práticas educativas que impactam a transformação da sociedade em especial após o lançamento dessa política.

13° Primavera dos Museus

O Instituto Brasileiro de Museus (Ibram) apresenta a 13° Primavera dos Museus, evento organizado anualmente para incentivar o debate e desenvolver atividades em diversos museus do país, como seminários, exposições, oficinas, visitas mediadas, exibições de filmes, palestras e outros.

A edição deste ano, será realizada entres os dias 23 a 29 de setembro, tem como tema “Museus por dentro, por dentro dos museus”. O conteúdo permite explorar os aspectos do cotidiano museológico aplicados aos diversos métodos aos quais as coleções são submetidas no constante processo de formação, organização, conservação e exposição para interação e também como o fortalecimento da relação públicos/museu a partir da ótica da preservação enquanto ato compartilhado entre o cidadão e o seu bem cultural.

A programação do evento pode ser encontrada no site do Ibram pelo endereço http://programacao.museus.gov.br/. Mais informações sobre o tema podem ser vistas clicando aqui.

Venha ver os museus florescendo nessa primavera!

Reunião nacional da REM Brasil acontecerá no âmbito do Sebramus

Com o tema Democracia: desafios para a universidade e para a museologia, o 4 º Seminário Brasileiro de Museologia – Sebramus será realizado nos dias 30 e 31 de julho e 1º de agosto, na Universidade de Brasília – UnB. No âmbito da extensa programação do Seminário, também está prevista uma reunião nacional da Rede de Educadores em Museus do Brasil – REM/BR, a realizar-se no dia 31 de julho, às 14h00.

 

Para mais informações sobre o 4º Sebramus, acesse aqui o site do evento. Inscrições para ouvintes são gratuitas!

Estão abertas as incrições para o 10º Prêmio Ibermuseus de Educação

O Prêmio Ibermuseus de Educação – PIE, realizado desde 2010, visa identificar, destacar e fortalecer a função educativa dos museus, com ênfase nas instituições da Comunidade Ibero-americana.

Neste ano, o PIE chega a sua 10ª edição e distribuirá U$75.000,00 em oito prêmios. Verifique o regulamento completo e a Guia da Convocatória no site do Programa Ibermuseus. As inscrições estão abertas até o dia 18 de junho de 2019. Não perca esta oportunidade!

17° Semana Nacional de Museus no Museu Histórico Nacional

O mês de maio coloca os museus no centro das atenções com a celebração do Dia Internacional de Museus no próximo dia 18.

Coordenada pelo Instituto Brasileiro de Museus (Ibram), a Semana de Museus 2019 traz atividades em milhares de instituições em todo o país. E o Museu Histórico Nacional propõe uma programação especial: visitas mediadas, exibição de documentário, seminário e roda de conversa têm destaque – tudo gratuito!

Confira a programação de hoje a seguir:

Confira a programação resumida dos demais dias:  

PROGRAMAÇÃO MHN – 17ª SEMANA DE MUSEUS

11 de maio (sábado) – Exposição de longa duração

14h – Bonde da História
“As faces do Brasil em 10 objetos”

14h30 – Bondinho da História
“Pinturas rupestres: cores, aroma, formas e texturas”

12 de maio (domingo) – Exposição de longa duração

13h – Bonde da História
“A umbanda na história do Brasil”

15h – Bondinho da História

13 de maio (segunda) – Auditório

9h30 às 17h – Seminário “O futuro das tradições: construindo o Programa Educativo Cultural do MHN”

15 de maio (quarta) – Sala dos Trilhos

14h às 17h – Roda de conversa “O futuro das tradições: pessoas com deficiência e o direito à cultura”

18 de maio (sábado) – Exposição de longa duração

14h – Bonde da História

15h – Bondinho da História

19 de maio (domingo) – Exposição de longa duração

14h – Bonde da História

15h – Bondinho da História

De 11 a 19 de maio – Galeria de exposições temporárias

Ibram abre seleção para projetos de iniciação científica

O Instituto Brasileiro de Museus – Ibram publicou na sexta-feira (5), edital para a seleção de bolsas do Programa Institucional de Bolsas de Iniciação Científica do CNPq (PIBIC). 

A seleção visa estimular o desenvolvimento do pensamento científico e iniciação à pesquisa de estudantes de graduação do ensino superior e tem como principal objetivo possibilitar maior interação entre alunos de graduação e as pesquisas desenvolvidas no campo museal.

Para mais informações clique no link: http://www.museus.gov.br/ibram-abre-selecao-para-projetos-de-iniciacao-cientifica/?fbclid=IwAR04P8UtfL-1BdDXQPObb99d-IT9jcH9o5sk1U8sp0nSIacsPpejtMO-7y0

 

Está chegando o X Seminário da Rede de Educadores em Museus de Goiás!

Prezados(as) membros das REMs, 

temos o prazer de convidá-los para o X Seminário da REM-Goiás! 

Formulário de Inscrição (ouvinte): http://twixar.me/NpnK 

O X Seminário da Rede de Educadores em Museus de Goiás acontecerá de 25 a 27 de Abril de 2019 no Museu das Bandeiras (MuBan), Cidade de Goiás – GO.

O evento se propõe a refletir e dialogar sobre projetos e ações de educação em museus, integrando reflexões teóricas, metodológicas e práticas entre profissionais de museus, pesquisadores e estudantes de Museologia e áreas afins, para qualificação dos profissionais e museus do estado. A X edição do Seminário anual da REM-Goiás tem como tema “Ação Extra-muros”.

Contato:

E-mail: remgoias@gmail.com

Facebook:www.facebook.com/remgoias

Blog: www.remgoias.blogspot.com/

Instagram: @remgoias

Encontro Baiano de Educação Museal – EBEM

Entre os dias 20 e 22 de março realizou-se, no Museu Carlos Costa Pinto, em Salvador, o Encontro Baiano de Educação Museal – EBEM, promovido pela Rede de Educadores em Museus da Bahia. Foi uma grande oportunidade de intercâmbio entre  diversos agentes do campo museológico: a sociedade civil organizada, representada também pela presença das Redes de Educadores em Museus de outros estados, dirigentes e demais profissionais de museus de Salvador, estudantes de museologia e representantes do Instituto Brasileiro de Museus – Ibram.

O tema do EBEM, Museus em chamas – verso e reverso de como chegamos até aqui -, suscitou discussões e reflexões sobre a atual circunstância do campo museológico brasileiro, a efetividade das políticas que o orientam e as soluções empreendidas pelos trabalhadores dos museus para possibilitar que os museus sejam cada vez mais dinâmicos e receptivos à sociedade, refletindo seus avanços e inspirando transformações positivas. 

Na noite de abertura, Fernanda Castro proferiu a conferência sobre o tema do encontro. Fernanda é educadora no Museu da Chácara do Céu e no Museu Histórico Nacional/IBRAM e coordenadora da linha de pesquisa “Educação museal: conceitos, história e políticas” do Museu Histórico Nacional -MHN/CNPq. Abordou as dinâmicas das políticas formuladas para a área museal ao longo da história, que incluem entre seus aspectos negligências que em vários momentos culminaram em incêndios como o destruiu a maior parte do acervo do Museu Nacional em setembro de 2017. Por outro lado, apresentou também as tantas ocasiões em que a mobilização do campo insuflou a criação de políticas que incluíram a participação da sociedade civil em sua formulação, a exemplo da Política Nacional de Educação Museal – PNEM. 

Durantes os dias seguintes foram apresentados trabalhos que demonstraram de forma representativa a grande diversidade de experiências que integram o cenário museológico brasileiro. Arquitetura, ações educativas, a relação com as escolas, patrimônio cultural, capacitação, museus universitários, função educativa em instituições museais: esses foram alguns dos temas que ensejaram as  reflexões e relatos que permitiram um debate qualificado sobre a educação museal no contexto presente.

A reunião das Redes de Educadores em Museus que tinham representantes presentes no EBEM foi um espaço reservado pra a articulação e diálogo das entidades, fundamentais para a mobilização do setor. Entre seus resultados está a formulação de uma Recomendação dirigida ao campo museológico. 

No último dia de encontro, o REM Debates abordou as políticas relacionadas à educação museal sob distintas perspectivas. A profª drª Rejane Lira, do Instituto de Biologia /UFBA explanou sobre o incêndio do Gabinete Naturalista de Salvador no início do séc. XX e seus desdobramentos. Tais Valente dos Santos, coordenadora da  Coordenação de Preservação e Segurança – COPRES/ DPMUS/ Ibram falou sobre as políticas e normativas relacionadas à área de conservação e segurança em museus e as possibilidades de avanço a partir da capacitação na área. Marielle Costa, chefe da Divisão de Educação da Coordenação de Museologia Social e Educação/ DPMUS/ Ibram, apresentou o status da implementação da PNEM no que concerne às atribuições do Ibram e a expectativa de cooperação com as REMs para otimizar esse processo. Após as apresentações, as perguntas do público presente estenderam o diálogo em relação às temáticas contempladas.

A profª draª Maria Célia Teixeira além da sua respeitável trajetória de formação e atuação como docente da UFBA, é membra do ICOM e da Associação Brasileira de Museologia. Proferiu a conferência de encerramento do encontro relacionando o tema à trajetória da Museologia no Brasil, abordando processos de formação e capacitação, marcos históricos e as políticas voltadas para a área.

Felicitações ao Comitê Gestor da REM-BA, e que sigamos construindo muitas possibilidades de interlocução!