PNEM

Diálogos PNEM – Uma conversa sobre Acessibilidade

 

Essa semana será agitada para a equipe do PNEM!

Nos dias 21 e 22 de novembro, todos os Coordenadores de Grupos de Trabalho do PNEM se reunirão na sede do Ibram em Brasília para discutir e encaminhar o Documento Preliminar do PNEM – fruto de nossas discussões e proposições feitas nos fóruns temáticos do blog. Serão dois dias de reuniões intensas para deixar bem redondinhas as propostas apresentadas em cada GT.

Aproveitando a vinda de nossos coordenadores, vamos fazer um evento bem bacana na sede do Ibram em Brasília. O Diálogos PNEM contará com a palestra de nossa Coordenadora Isabel Portella, que falará sobre o tema de seu GT: Museus e Acessibilidade – Uma temática Contemporânea. Para debater com a Isabel, chamamos a Rafaela Felício, arquiteta do Ibram, e a Professora Dra. Maria Júlia Chelini, da Universidade de Brasília.

O evento será no dia 22/11, às 14h30, na sede do Ibram em Brasília, conforme o convite acima.

Estão todos convidados a dialogar com o PNEM!

V Seminário da REM-Goiás

O V Seminário da Rede de Educadores de Goiás já está com as inscrições abertas! O tema “Museu, Sociedade e Meio Ambiente: Diferentes Abordagens da Educação e do Patrimônio” é o foco do seminário, a ser realizado na cidade de Goiânia, entre os dias 18 e 21 de março de 2014.

As inscrições estão abertas entre os dias 10/10 a 30/11. Você já pode preencher a ficha de inscrição e enviar o seu resumo, que deve ser redigido de acordo com as normas para submissão de trabalhos do evento.

Os trabalhos devem abordar reflexões e/ou experiências educativas realizadas em torno do tema do seminário e, preferencialmente, abarcando os seguintes subtemas:

1 – Turismo, meio ambiente e patrimonialização
2 – Museu e Educação Ambiental
3 – Sociedade, cerrado e preservação

A programação completa do evento logo será divulgada por seus organizadores. Para mais informações, consulte o site da REM-Goiás: http://www.remgoias.blogspot.com.br/

Café, Educação e Cultura no Museu Mineiro

O Museu Mineiro, vinculado à Superintendência de Museus e Artes Visuais e à Secretaria de Estado de Cultura de Minas Gerais, inaugura no próximo sábado, dia 26 de outubro, o projeto “Café, Educação e Cultura“.

Conduzido por convidados especiais que abordarão estratégias de Educação com a Arte e a Cultura de diversas maneiras, o projeto convida em sua primeira edição o Professor e Mestre em Educação Aroldo Dias Lacerda com o tema “É possível ver poesia em tudo”.

O evento começa com um café da manhã às 9 horas e quem quiser participar precisa enviar um email para museumineiro@cultura.mg.gov.br para garantir a sua vaga.

Para maiores informações, visite o Blog do Museu Mineiro ou entre em contato pelo telefone (31)3269-1103

Museus do Ibram realizam atividades educativas na 7ª Primavera de Museus

Na próxima semana começa a 7ª Primavera de Museus, que este ano tem como tema Museus, memória e cultura afro-brasileira. Como o próprio tema já indica, toda a programação está voltada para a valorização e divulgação do patrimônio cultural afro-brasileiro por todos os lados de nosso País. Os museus do Ibram estão desenvolvendo diversas atividades culturais e educativas que têm como objetivo disseminar o conhecimento e a reflexão crítica acerca da realidade afrodescendente.

No Estado do Rio de Janeiro, Museu de Arte Religiosa e Tradicional de Cabo Frio, vai promover lançamento de livro (25/09), apresentação de jongo (25/09), brincadeiras afro-brasileiras (26/09) e apresentação de capoeira (27/09). Em Niterói, o Museu de Arqueologia de Itaipu vai inaugurar o projeto Capoeira no MAI (28/09), com aulas práticas semanais por um ano! Além disso, terá atividades de contação de histórias com o tema da cultura afro-brasileira.

Em Minas Gerais, o Museu Regional de São João del-Rei vai fazer no dia 24/09 uma visita guiada ao Canal dos Ingleses, que foi construído pelos escravos no século XVIII. Também terá palestra seguida de debate para discutir o universo cultural africano e a sua resignificação no Brasil. Já o Museu da Inconfidência, em Ouro Preto, vai fazer uma grande mostra de filmes que abordam a temática proposta, além de contar com apresentações folclóricas, oficinas e a inauguração da exposição “Sustentabilidade e Criatividade na Rota dos Orixás”.

No Rio Grande do Sul, o Museu das Missões vai fazer um passeio ao município de Bossoroca para reconhecer remanescentes da história da escravidão africana na Região Missioneira. Em sua programação também estão previstas palestras, exibições de filmes e até uma cavalgada cultural!

No Maranhão, o Museu Casa Histórica de Alcântara vai fazer uma mostra sobre os povos e a cul­tura afro-brasileira, além de atividades artísticas como pintura, de­senho e arte manual. A proposta do museu é trabalhar com as crianças de comu­nidade descendente de quilombos e jovens da sede de Alcântara.

A 7ª Primavera de Museus ocorre de 23 a 29 de setembro e conta com a participação de centenas museus e centros culturais espalhados por todo o Brasil.

Se prepare para curtir as atividades propostas pelos museus de sua cidade.

Aproveite!

Confira a programação de todos os museus do Ibram aqui.

Encontro dos Coordenadores dos Grupos de Trabalho do PNEM

Nos dias 6, 7 e 8 de agosto a Coordenação de Museologia Social e Educação do Ibram e os coordenadores dos Grupos de Trabalho (GTs) do PNEM se reuniram no Museu Histórico Nacional, no Rio de Janeiro. Foi muito bacana! Fomos muito bem acolhidos no belo Museu e discutimos bastante sobre as propostas enviadas por todos aqueles que participaram dos fóruns temáticos do Blog. Este encontro também foi importante para que definíssemos os próximos passos a serem dados para a construção do Programa.

Os coordenadores avaliaram que o Blog tem sido uma importante ferramenta para comunicação e interlocução com a sociedade sobre o tema da educação em museus, mas que seria bem legal ampliar o debate e trazer a conversa para momentos presenciais. Portanto, estamos prevendo novos encontros pela frente para seguirmos nesta importante discussão.

No encontro, cada coordenador relatou como foram as discussões nos seus Fóruns e as questões polêmicas levantadas. No eixo Acessibilidade, conversamos sobre o lema “nada sobre nós sem nós” e sobre a acessibilidade atitudinal, que muitas vezes é mais importante que a instalação de equipamentos para facilitar o acesso de pessoas com deficiência. Um assunto que apareceu em diferentes eixos foi a importância da participação dos educadores em todo o processo de montagem de exposições e na construção do plano museológico. Para a valorização e formação de educadores nos museus foram sugeridas diversas propostas, como firmar parcerias com as universidades, destacando também a importância da pesquisa na ação dos educadores. No GT de Perspectivas Conceituais ocorreu um debate acalorado sobre o uso do termo ‘mediação’ no lugar de ‘visita guiada’. Debatemos também sobre o papel da educação na relação dos museus com a comunidade, e a importância de se definir o conceito de comunidade a ser adotado no PNEM.

Para dar encaminhamento às decisões tomadas na reunião, foram compostas comissões de trabalho, envolvendo a equipe da Comuse e os coordenadores dos GTs. Uma comissão ficou responsável por finalizar a redação do documento a ser organizado com os princípios e as propostas enviadas a cada eixo. As outras tiveram como atribuição a organização dos Encontros Regionais e Nacional a serem realizados a partir da articulação com os diversos setores e atores que participaram do PNEM.

A previsão é que até final de outubro o documento preliminar esteja pronto. A equipe do PNEM já iniciou as preparações para as parcerias na realização dos encontros. Enquanto isso o Blog continuará aberto para recebimento de notícias, eventos e relatos de experiências relacionadas à educação museal. Também foram pensadas diversas novidades para agitar o Blog. Aguardem!

Estão abertas inscrições de cursos gratuitos relacionados a Educação Museal

A equipe do PNEM selecionou alguns cursos gratuitos que estão relacionados com a temática da educação museal. As inscrições estão abertas! Confira:

NOVO
Curso:
Patrimônio Imaterial Mato-Grossense: diversidade cultural e educação patrimonial
Onde: Auditório da Faculdade de Ciência da Informação (Entrada leste do prédio da Biblioteca Central BCE/ Universidade de Brasília) – Brasília-DF
Período: 05 e 06 de agosto de 2013
Horários: 8h-12h e 14h-18h (carga horária total:16h)
Inscrições no local

Curso: Que público é esse?
Onde/Quando/Inscrições:
São Carlos – Museu de São Carlos
Curso de 29 de julho a 2 de agosto de 2013
Inscrições: de 15 a 21 de julho
Taubaté –  Museu Monteiro Lobato
Curso de 19 a 23 de agosto de 2013
Inscrições: de 5 a 11 de agosto
Tupã – Museu Índia Vanuíre
Curso de 16 a 20 de setembro
Inscrições: de 2 a 8 de setembro
Público alvo:
Pessoas que trabalham com os públicos nos museus e centros culturais.
Número de vagas: 40
Quem promove: PercebeEduca
Mais informações aqui

Curso: Mediação na cultura e nas artes
Quando:
31 de agosto de 2013 e 23 de agosto de 2014 (aos sábados).
Onde
: Itaú Cultural | Avenida Paulista 149 – São Paulo SP [estação Brigadeiro do metrô]
Público alvo:
Diversos tipos de profissional dedicado à cultura.
Inscrições:
22 de julho a 5 de agosto 2013
Número de vagas:
35
Quem promove:
Itaú Cultural
Mais informações aqui

Curso: Art and Inquiry: Museum Teaching Strategies For Your Classroom (Arte e Investigação: estratégias de educação em museu para sua sala de aula) *curso em inglês
Quando: 29 a de Julho a 23 de agosto de 2013 (1 a 2 horas/semana)
Onde: a distância pelo www.coursera.org
Público: Professores que atuem na educação básica e tem interesse em trabalhar com museus.
Quem promove: The Museum of Modern Art – MOMA
Incrições e informações: aqui

Museus são convidados para webconferência sobre o Programa Mais Cultura nas Escolas

O Instituto Brasileiro de Museus (Ibram-MinC) convida a todos os museus a participarem nesta quinta-feira, 27 de junho, às 14h30,  da webconferência  sobre o Programa Mais Cultura nas Escolas, que terá como foco discutir os  benefícios e esclarecer dúvidas sobre  o eixo voltado  para as instituições museológicas.

Resultado de parceria entre os Ministérios da Educação e da Cultura, o programa tem como objetivo fomentar ações que promovam o diálogo entre as escolas públicas e experiências culturais e artísticas desenvolvidas em comunidades locais.

Divulgado recentemente no blog PNEM em post anterior, o Mais Cultura nas Escolas selecionará cinco mil projetos em 2013, que receberão entre R$ 20 mil e R$ 22 mil, calculados conforme o número de alunos matriculados na escola. O recurso deverá ser investido na  contratação de serviços culturais relacionados às atividades artísticas e pedagógicas.

Dentre os nove eixos temáticos apresentados, destaca-se o de Educação Museal, no qual serão consideradas atividades de identificação, pesquisa, seleção, coleta, preservação, registro, exposição e divulgação de objetos, expressões culturais materiais e imateriais e de valorização do meio-ambiente e dos saberes da comunidade, bem como a utilização de ferramentas educacionais para a interpretação e difusão do patrimônio cultural.

Também poderão concorrer práticas museais que possibilitam à comunidade escolar e territórios educativos experimentarem situações de ensino/aprendizagem relacionadas à fruição da memória e a construção da cidadania cultural. E, ainda, museus escolares que trabalham como espaços dialógicos interdisciplinares articulados com seu entorno.

Outros públicos – No dia 8 de julho, às 11h, a webconferência será voltada para as secretarias de cultura estaduais e municipais e, no dia 11 de julho, às 14h30,  para educadores, artistas, gestores de espaços culturais, pontos de memória, pontos de cultura e demais iniciativas da sociedade civil.

Para assistir, basta acessar o banner do Programa no Portal do MinC.

Para mais informações acesse o manual completo do Programa ou o site http://www.cultura.gov.br/maisculturanasescolas.

Dúvidas podem ser encaminhadas ao maisculturanasescolas@cultura.gov.br.

Museus e Pontos de Memória podem participar do Programa Mais Cultura nas Escolas

A partir das discussões realizadas no Blog do PNEM, verificamos que muitos museus e iniciativas museais já realizam atividades educacionais em parcerias com escolas e por vezes passam por dificuldades de deslocamento, financiamento ou fomento. Por isso, é bom saber e divulgar o lançamento do Programa Mais Cultura nas Escolas. O programa é uma parceria entre o Ministério da Cultura (MinC) e o Ministério da Educação (MEC) e tem por finalidade fomentar ações que promovam o encontro entre as escolas públicas e experiências culturais e artísticas em curso nas comunidades locais.

Conheça melhor o Programa assistindo ao vídeo de promoção com diversos artistas e profissionais da educação e cultura.

Para participar, a escola e o parceiro cultural elaborarão o Plano de Atividade Cultural da Escola de responsabilidade mútua que deve ser mantida ao longo do desenvolvimento do projeto. Em conformidade com o PNEM, um dos 9 Eixos temáticos disponíveis para inscrição é o de Educação Museal. Poderão participar cerca de 34 mil escolas ativas nos Programas Mais Educação e Ensino Médio Inovador do MEC até 2012. (Veja as listas aqui).

As atividades serão desenvolvidas dentro ou fora da escola e devem prever duração entre 6 (seis) e 10 (dez) meses durante o período letivo. Serão investidos R$ 100 milhões para financiar 5 mil projetos. Cada contemplado receberá entre R$ 20 mil e R$ 22 mil, que devem ser gastos com:

  1. aquisição de materiais de consumo (custeio);
  2. contratação de serviços de formação, produção e disseminação de conteúdos culturais e artísticos necessários às atividades artísticas e pedagógicas (custeio);
  3. contratação de serviços diversos (custeio);
  4. locação de instrumentos, transporte, equipamentos (custeio);
  5. aquisição de materiais permanentes e equipamentos (capital);

Ajude a divulgar! As inscrições estão abertas até 30 de junho e devem ser realizadas por meio do SIMEC (Sistema Integrado de Monitoramento, Execução e Controle do Ministério da Educação).

Acesse o manual completo do Programa aqui.

POETAS POPULARES
Antônio Vieira

A nossa poesia é uma só
Eu não vejo razão pra separar
Todo o conhecimento que está cá
Foi trazido dentro de um só mocó

E ao chegar aqui abriram o nó
E foi como se ela saísse do ovo
A poesia recebeu sangue novo
Elementos deveras salutares

Os nomes dos poetas populares
Deveriam estar na boca do povo
No contexto de uma sala de aula
Não estarem esses nomes me dá pena

A escola devia ensinar
Pro aluno não me achar um bobo
Sem saber que os nomes que eu louvo
São vastes de muitas qualidades.
O aluno devia bater palma

Saber de cada um o nome todo
Se sentir satisfeito e orgulhoso
E falar deles para os de menor idade
Os nomes dos poetas populares

Mais informações em: http://www.cultura.gov.br/maisculturanasescolas

Educação em Museus no Globo Educação

No dia 25 de maio o Globo Educação realizou uma série de reportagens com a temática em Educação e Museus e sobre o Programa Nacional de Educação em Museus. Vale a pena conferir as reportagens e o programa em vídeo.

Assista aqui o Programa Globo Educação – 25/05/2013 – Educação em museus na íntegra – Programa de 20 minutos que fala da importância da Educação em Museus e sua relação com a escola. O vídeo apresenta dois projetos de educação em museus: O Projeto Letrarte do Museu Chácara do Céu, que conta com entrevistas dos educadores Fernanda e Ozias – coordenadores de GTs do PNEM, e a atividade dos contadores de história do Museu da Maré e sua relação com a comunidade.

É lançado o Centro de Referência de Educação em Museus em São Paulo

“O Museu da Língua Portuguesa dá início, lança no mês de abril o “Centro de Referência de Educação em Museus”, um novo e importante programa do Núcleo Educativo.

O Centro tem por objetivo promover a troca de experiências e projetos bem sucedidos entre os Museus brasileiros e seus educadores, como um programa de interesse para todas as instituições culturais que atuam na área de formação. A proposta é que este centro seja um suporte permanente, capaz de mapear projetos e iniciativas e auxiliar na formação continuada e na profissionalização de quem atua como mediador cultural.

O programa nasce a partir da observação da quantidade expressiva de bons projetos e experiências na área de educação em museus realizados em instituições de São Paulo e de todo o Brasil que, infelizmente, nem sempre contam com a divulgação devida e por vezes ficam restritos a seus idealizadores e executores. O Centro nasce para divulgar essas ações e permitir o compartilhamento das experiências, de modo que possam ser registradas, potencializadas e aproveitadas por toda e qualquer instituição cultural, já que Museus são espaços de excelência quando se trata de mediação e educação não formal.

A cada semestre, o Museu da Língua Portuguesa convidará três profissionais responsáveis por um projeto de excelência para uma convivência de três dias no próprio Museu. Por meio de palestras abertas a educadores de museus e instituições culturais interessadas, estes palestrantes apresentarão seus projetos e ações, transmitindo suas experiências e os resultados alcançados.

Além disso, os convidados produzirão textos sobre suas ações, formando um banco de dados organizado pela equipe do Museu, para consulta pública, a serem publicados no Caderno do Centro de Referência de Educação em Museus, impresso uma vez por ano e veiculado na Plataforma Online Educativa do Museu da Língua Portuguesa, a ser lançada ainda no primeiro semestre de 2013.”

Com esse projeto, o Museu da Língua Portuguesa e a Secretaria de Estado da Cultura de São Paulo pretendem oferecer mais um importante serviço aos profissionais da áreas e promover a valorização dos serviços educativos dos museus, que vem prestando um trabalho de excelência à população, não só em São Paulo mas em todo o Brasil.

Fonte: divulgação por e-mail