Museu da Vida realiza seminário sobre educação museal e estudos de público

O Seminário “Metodologias de Pesquisa em Museus: Educação e Estudos de Público”, que acontecerá no próximo dia 1º de outubro de 2018, a partir das 9h, no Auditório do Museu da Vida/Fiocruz, no Rio de Janeiro, tem como objetivo debater diferentes abordagens metodológicas empregadas em estudos de público e educação em museus. Serão também apresentados exemplos de práticas diversas em pesquisas desenvolvidas nestas áreas de interesse, com ênfase nas questões de metodologia: acertos, erros e perspectivas.

Imagem relacionada

A iniciativa pretende dialogar com ampla audiência e proporcionar discussões acerca de questões atuais da produção de conhecimentos na área. O evento é gratuito e não é necessária a inscrição prévia. Para mais informações, acesse o site do Museu da Vida.

Museu Histórico Nacional promove atividade com foco na educação museal

No dia 26 de junho (terça-feira), o Museu Histórico Nacional (MHN/Ibram), no Rio de Janeiro, promove uma atividade com foco na educação museal.

O Caderno da Política Nacional de Educação Museal (PNEM) e o Programa de Elaboração e Pesquisa em Educação Museal (Pepem) serão lançados no auditório do MHN a partir das 14h, com entrada franca. Não é necessário inscrição prévia. Haverá ainda certificado para os participantes.

REM/RJ realizará encontro para debater a PNEM

A Rede de Educadores em Museus e Centros Culturais do Rio de Janeiro – REM/RJ realizará nesta segunda feira, dia 9 de abril de 2018, um encontro para apresentar e debater a Política Nacional de Educação Museal - PNEM e seus instrumentos: a Portaria n° 422, de 30 de novembro de 2017, do Ibram e o Caderno da PNEM, a ser lançado em versão virtual pelo Instituto em breve.

A atividade, a ser realizada no Museu Nacional (UFRJ), dá continuidade à participação da REM/RJ na construção, consolidação e avaliação da PNEM, tendo em vista a colaboração entre seus membros e o Ibram.

Encontro Nacional sobre Práticas Educativas em Museus e Centros de Ciência e Tecnologia

O Museu de Astronomia e Ciências Afins – MAST e o Museu Nacional/UFRJ realizam, em parceria, o Encontro nacional sobre práticas educativas em museus e centros de ciência e tecnologia. O evento vai acontecer de 25 a 27 de abril no MAST, no Rio de Janeiro, e visa promover a troca de experiências e estimular a rede de profissionais dos setores educativos destas instituições brasileiras.

Inscrições abertas para trabalhos desenvolvidos por profissionais dos setores educativos em museus e centros de ciência e tecnologia. A inscrição deve ser feita pelo Formulário Eletrônico  e os resumos estendidos devem ser encaminhados por meio do endereço: encontroedu2018@mast.br até o dia 4 de março.

Para aqueles que pretendem participar do Encontro como ouvinte, a inscrição deverá ser feita até o dia 20 de abril por meio do formulário eletrônico. Não serão aceitas inscrições no dia do evento.

Para mais informações, acesse o site www.mast.br !

Seminário Internacional do Museu Histórico Nacional — Museus e educação: 60 anos da Declaração do Rio de Janeiro (1958-2018)

Anualmente, o Museu Histórico Nacional (MHN), em parceria com universidades, instituições culturais e de pesquisa, do Brasil e do exterior, realiza em outubro, mês de sua criação, um seminário internacional abordando variados temas da História, da Museologia e das Ciências Sociais. Em 2018, o MHN em parceria com a Rede de Educadores em Museus e Centros Culturais do Rio de Janeiro – REM-RJ, que completa 15 anos, dedica o evento à reflexão e ao debate sobre os avanços e os desafios que a Educação Museal apresenta desde a realização do Seminário Regional da UNESCO – sobre o papel educativo dos museus – que deu origem à Declaração do Rio de Janeiro em 1958.

Deste modo, o Museu Histórico Nacional divulga a chamada pública para receber trabalhos desenvolvidos por profissionais de museus, instituições culturais e de pesquisa, graduandos, graduados, pós-graduandos e pós graduados que, após submetidos, serão avaliados para apresentação oral em um dos painéis temáticos do evento ou na sessão de Relatos de experiência.

  • Painel temático 1: “História da Educação Museal no Brasil” – trabalhos que tratem do desenvolvimento histórico da educação museal no Brasil e de sua relação com o contexto internacional. Serão aceitos trabalhos sobre história de instituições, programas, projetos e ações educativas, bem como estudos bibliográficos e biográficos específicos do tema.
  • Painel temático 2: “Educação Museal: conceitos e teorias” – trabalhos que tratem de debates teóricos e conceituais do campo da educação em sua relação com a educação museal e de seus temas específicos. Serão aceitos trabalhos que apresentem ou analisem propostas teóricas, metodológicas e conceituais desenvolvidas no Brasil, bem como aqueles que identifiquem e desenvolvam debates e propostas teóricas e conceituais existentes em outros países e que possam servir de referência para a elaboração de ações da educação museal no Brasil.
  • Painel temático 3: “Educação Museal: práticas e experiências” – trabalhos que tratem da análise de práticas e experiências de programas, projetos ou ações educativas museais. Serão aceitos estudos de caso, relatos de experiência, estudos estatísticos e temáticos.
  • Painel temático 4: “Educação Museal: políticas públicas, profissionais, pesquisa e formação” – trabalhos que tratem sobre o desenvolvimento das políticas públicas de educação museal no Brasil, analisando casos específicos ou fazendo levantamentos, que tratem da questão da da profissionalização do educador museal, bem como de sua formação específica e continuada e das pesquisas em educação museal.

A submissão de trabalhos
Os trabalhos a serem submetidos à Comissão Científica do Seminário Internacional do Museu Histórico Nacional Museus e educação: 60 anos da Declaração do Rio de Janeiro (1958-2018) deverão ser oriundos de resultados de pesquisas e da prática realizadas por educadores museais, profissionais de pesquisa, museólogos, ou de estudantes de pós-graduação (mestrado ou doutorado em curso ou já concluído) e deverão dialogar com uma ou mais linhas temáticas propostas acima.
A proposta é que se apresente um texto para debate em painel temático composto por até 3 participantes e um moderador.
Texto: resumo expandido do trabalho com 2 mil caracteres em média, incluindo espaço, identificação do autor, instituição de estudo ou trabalho, endereço eletrônico e breve notícia biográfica. Os resumos deverão ser submetidos por meio do formulário de inscrição entre 25 de janeiro e 15 de abril de 2018.

A avaliação dos trabalhos
Cada proposta de trabalho recebida pelo Comitê Organizador será encaminhada para avaliação a dos pareceristas.
A avaliação será realizada tendo como base os seguintes critérios:
1º) A pertinência da proposta aos temas sugeridos nessa chamada, assim como sua originalidade e sua relevância;
2º) O uso correto das referências bibliográficas e padrões éticos na produção de conhecimento científico, bem como a adequação à norma culta do português e do inglês.
Após aprovação do resumo expandido, será solicitado aos autores o envio do texto completo, entre 10 e 15 laudas, que será publicado no Livro do Seminário Internacional, a ser lançado em 2019. Os textos deverão ser elaborados de acordo com a ABNT NBR 6023, usando notas de rodapé completas e sem lista bibliográfica ao final.

Cronograma
Chamada pública: de 25 de janeiro a 15 de abril de 2018
Avaliação: até o dia 15 de maio de 2018
Divulgação das avaliações e da seleção de trabalhos: 18 de maio de 2018
Envio do texto completo (mesa redonda): até dia 15 de julho de 2018
Data do evento: 09 a 11 de outubro no Museu Histórico Nacional

90 anos da Seção de Assistência ao Ensino do Museu Nacional

No próximo dia 16/10, em comemoração aos 90 anos da Seção de Assistência ao Ensino do Museu Nacional – SAE/MN | UFRJ, será realizado um evento para celebrar este importante momento para a educação museal: a criação do primeiro setor educativo de um museu brasileiro!

O evento é gratuito e não requer inscrição prévia. Além disso, haverá certificação! Para mais informações, acesse o site da SAE/MN aqui.

 

PROGRAMAÇÃO

16/10

10h às 10h10min | Abertura do evento

Profa. Claudia Rodrigues – Diretora do Museu Nacional (UFRJ)

10h10min – 12h | Mesa-Redonda “Trajetórias da Educação Museal”

Mediação: Prof. Paulo Rogério Marques Sily (Faculdade de Educação – UERJ)

A dimensão educativa no Museu: algumas incursões  | Maria Esther Valente (Museu de Astronomia e Ciência Afins- MAST)

A institucionalização da educação em museus no Brasil – a criação da SAE | Andréa F. Costa (Museu Nacional – UFRJ , Escola de Museologia e Doutoranda PPGEdu – UNIRIO)

A Política Nacional de Educação Museal – PNEM: perspectivas futuras | Ozias Soares (Museu da Vida – FIOCRUZ)

12h às 13:30h  | Intervalo para o almoço

13h30min – 15h | Mesa-Redonda “Museus e seus Setores Educativos: lugares da educação museal”

Mediação: Kátia Frecheiras (Museu da República – IBRAM)

Andréa Costa (SAE-Museu Nacional)

Hilda Gomes (Museu da Vida – FIOCRUZ)

Jurema Seckler (Museu Casa de Rui Barbosa – FCRB)

Douglas Falcão (Museu de Astronomia e Ciência Afins – MAST)

15h – 15h30min | Intervalo

15h30min – 17h | Mesa Redonda | Roquette-Pinto – educação, ciência e divulgação científica no Brasil

Mediação: Prof. Ricardo Ventura (Museu Nacional –UFRJ e Escola Nacional de Saúde Pública – FIOCRUZ)

Claudio Roquette Bojunga  (Jornalista, autor do livro Roquette-Pinto – o corpo a corpo com o Brasil )

Ildeu de Castro Moreira (Instituto de Física – UFRJ e Presidente da Sociedade Brasileira para o Progresso da Ciência)

Nísia Trindade Lima (Presidente da Fundação Oswaldo Cruz e Pesquisadora da Casa de Oswaldo Cruz – FIOCRUZ)

Dominichi Miranda de Sá (Casa de Oswaldo Cruz – FIOCRUZ)

17h – 17h30min | Homenagens

17h30min | Coquetel

Museu de Ideias: a educação em debate

Encontro organizado pelos setores educativos do Museu de Astronomia e Ciências Afins (MAST), do Museu Casa de Rui Barbosa (MCRB/FCRB), dos Museus Castro Maya (MCM), do Museu Nacional (MN) e do Museu da Vida (MV) será realizado no campus da Fiocruz, no Rio de Janeiro, no dia 12 de julho e abordará educação museal!

Curso de Especialização em Educação Museal forma sua primeira turma

Chegamos ao final da primeira turma do Curso de Pós Graduação Especialização em Educação Museal, curso realizado por meio de parceria técnica entre os Museus Castro Maya/Chácara do Céu e o Museu da República, representado pelo Instituto Brasileiro de Museus (IBRAM) e o Instituto Superior de Educação do Rio de Janeiro (ISERJ), via Fundação de Apoio à Escola Técnica (FAETEC). O Curso, pioneiro neste nível de ensino no país, tem como objetivo preencher uma lacuna na formação dos profissionais educadores em museus e centros culturais do País.

Ele tem a proposta de que instituições de cultura e de ensino ajam em conjunto na construção de uma ideia de educação que leve em conta uma Formação Integral. Abrangendo instituições públicas e promovendo uma visão de ensino inovadora, resgatando o ideário e reafirmando as convicções de Anísio Teixeira e de tantos outros educadores que inspirados por ações educacionais exemplares como as desenvolvidas pelo histórico Instituto de Educação e também por muitos museus pelo Brasil a fora têm colaborado para promover uma educação de qualidade, que priorize a fruição cultural e que democratize seu acesso a todos.

A partir do dia 19 de março de 2016, cerca de 30 alunos defenderão seus Artigos de Conclusão, com temas de grande expressividade para o campo da Educação Museal, número de alunos bastante significativo para um Curso de Especialização em Educação.

Serão apresentadas pesquisas que perpassam pela educação infantil; teatro; artes; acessibilidade; público com transtorno mental; turmas de Jovens e adultos (EJA); vandalismo e patrimônio; relação museu e escola; relações étnico-raciais; historiografia da educação de museus e centros culturais como: Museu de Arte Sacra de Paraty, Museu Histórico Nacional, Museu Imperial, Museu da Vida, Centro Cultural Banco do Brasil, Museu Vivo do São Bento, Museu da Maré, Palácio Tiradentes, Teatro Municipal, além de debates políticos e conceituais do campo científico, em especial sobre a Política Nacional de Educação Museal (PNEM)/IBRAM. Enfim, uma gama variada de temas que vão além do momento que vivemos culturalmente; essa diversidade demonstra a riqueza no campo científico e quanto ainda pode ser feito através de pesquisas pela Educação, Patrimônio, Cultura e pelos nossos Museus.

As apresentações serão abertas ao público e realizadas na sala 300, do Instituto Superior de Educação do Rio de Janeiro, localizado na Rua Mariz e Barros, 273 – Praça da Bandeira – Rio de Janeiro – RJ. 

Confira o cronograma de defesa dos trabalhos aqui.

 

DO PALÁCIO AO MUSEU: A TRAJETÓRIA PEDAGÓGICA DO MUSEU DA REPÚBLICA

Na próxima segunda-feira, dia 16/11/2015, às 14h00, será realizado o lançamento do livro “Do Palácio ao Museu” no Museu da República, Rio de Janeiro, em comemoração aos 55 anos do museu. A publicação terá versão impressa e E-book.

O livro é fruto da pesquisa de Pós-doutorado em Educação na PUC-RJ de Kátia Frecheiras, pesquisadora do Museu da República/IBRAM e coordenadora do GT de Formação, Capacitação e Qualificação aqui do PNEM! Frecheiras também é coordenadora e docente do Curso de Pós-graduação em Educação Museal (Ibram/FAETEC), além de ser integrante do Comitê Gestor da REM-RJ.

Para mais informações, acesse aqui a programação especial de aniversário do Museu da República!